thumbs

Acolher de Coração

Acolher de Coração

Cartaz AC 6300pxÉ uma corrente de solidariedade pessoa a pessoa para com crianças, adultos e famílias em situações mais fragilizadas, cujo primeiro gesto é rezar por eles, entregando-as a Maria no Santuário.

Há na nossa cidade, entre as  pessoas em situações muito fragilizadas, 1 criança, 1 família, ou 1 pessoa em solidão, que precisa que alguém de nós, neste Natal se interesse por ela e pela sua vida. Precisa de um pouco de verdadeira LUZ. E Jesus está onde está o coração da Sua Mãe.

Cada família ou pessoa que quiser aderir, fica especialmente encarregue de uma dessas pessoas acolhendo-a no seu coração, para ser a sua amiga que a entrega diariamente ao coração de Maria.

É um projecto realizado pela Liga das Famílias de Lisboa em colaboração com a Pastoral do Santuário.

Missão

Ajudar a criar laços de Luz, ao jeito do “coração de Maria”, entre os que peregrinamos ao Santuário e os "pequeninos de Maria e Jesus": as crianças, adultos ou famílias mais sozinhos e em situações mais fragilizadas, que estão sob o cuidado de Instituições de Solidariedade Social.

Objectivos

Ligar uma família ou pessoa que “acolha de coração” a uma destas pessoas 100 crianças/pessoas ou famílias para que seja o “seu amigo de coração” durante este tempo de Advento e Natal.

Promover o encontro pessoal entre ambos, caso seja possível e haja vontade tanto da parte do que "acolhe de coração" como da parte da Instiuição e do "amigo de coração".

Como o concretizam? O que temos que fazer?

A cada pessoa ou família que queira aderir é-lhe dado o nome de uma criança, adulto ou família e é-lhe pedido que:
Reze, ofereça capital de graças e que também poupe algum dinheiro para, no Natal, lhe poder oferecer um presente muito concreto (indicado pela Instituição e até no máximo 20 euros).
No fundo interessar-se por ela e pela sua vida, acolhê-la no seu coração ao “jeito de Maria”,  e entregá-la especialmente a Nossa Senhora no Santuário. Sermos o fio de luz que a liga e a “coloca” no Santuário, aos pés da nossa Mãe. O presente que der representa a expressão concreta deste “acolher de coração”.

Quem pode participar/colaborar no projecto

Podem participar nesta iniciativa todas as pessoas e famílias que queiram "acolher de coração" um destes "pequeninos de Jesus e Maria" e entregá-los a Maria no Santuário.

Como pode inscrever-se e/ou à sua família? O que tem que fazer para “acolher de coração” neste Advento e Natal uma criança/pessoa ou família?

Para se inscrever tem 2 hipóteses:

1.    Inscrever-se no formulário em baixo.

2.    Enviar-nos um email para: acolherdecoracao@familiasdeschoenstatt.org

Acolher do Coração - Inscrição

Nome
Inválido

Email(*)
Inválido

Ramo do Movimento?(*)
Inválido

Qual?(*)
Inválido

(*)
Invalid Input

(*)

Inválido

Notas

Algumas perguntas e respostas frequentes:

Como sabem qual é a pessoa, criança ou família que vos fica entregue?

Ao recebermos a vossa inscrição entraremos em contacto por email ou telefone para vos indicar o nome do vosso “amigo de coração”, um bocadinho mais sobre ele e o presente. Entregaremos também uma proposta de oração.
As pessoas e famílias que no ano passado já tiveram um “amigo de coração” se possível ficam com o mesmo “amigo” do ano passado.

Como e onde entregam os presentes?

Dado esta situação da pandemia, teremos que combinar mais perto da data como se fará a entrega dos presentes.

E o encontro que costumava haver no Santuário depois da Missa das 12h, irá acontecer?

Este ano previmos fazer este encontro via online.

Dia 20 de Dezembro de 2020,  hora ainda a combinar haverá um pequeno momento de oração que este ano será realizado via online, e pedimos, a todos os que aderiram ao Acolher de Coração, para participarem, onde participarão também os representantes das Instituições, e onde iremos, juntos entregar cada uma destes Amigos de coração ao coração de Maria, para que a Luz de Jesus possa brilhar na vida de cada um, unindo-nos espiritualmente ao Santuário.

É possível fazer e viver esta iniciativa em família, com os vossos filhos?

Claro, este acolhimento é essencialmente de coração.
O facto de entregarmos o nome e algumas informações é sobretudo para que seja pessoal e único – de coração para outro coração.
A ideia é mesmo que possa ser vivido em família e que as crianças possam aderir plenamente. O presente a ser oferecido ajuda a concretizar a tornar mais real, mas a oração e capital de graças é o mais importante para que possam entregá-la a Nossa Senhora e às suas graças no Santuário, e para que possam surgir os laços e vínculos.
Esta é também uma forma de crescermos na Aliança para dentro e para fora em família e fazer brilhar a Luz da missão de Nossa Senhora.

Como escolhemos estas pessoas?

Há  perto de 100 pessoas, escolhidas por várias Instituições de Solidariedade Social. As Instituições são, na sua maioria, as mesmas com quem já trabalhamos no ano passado. Qualquer uma das Instituições é relacionada de alguma forma com pessoas e famílias schoenstatteanas, ou porque trabalham na  Instituição ou porque são voluntários.
Quando receber o nome da pessoa e algumas informações sobre ela, também receberá uma pequena caracterização da Instituição e os contactos da pessoa responsável. 


Podem escolher a pessoa/criança ou família que queremos “acolher de coração” neste Advento?


Ao dizer que sim podem escolher a Instituição de onde preferem ter o vosso “amigo” ou, se o quiserem, deixam a nosso critério.


É possível conhecer o vosso “amigo de coração”, isso é possível?

Na maior parte das Instituições sim, é possível. Em outras é apenas possível conhecer a Instituição.
Este ano já está melhor organizado com as Instituições de forma a que esse encontro possa acontecer, ou durante o Advento ou logo a seguir ao Natal, durante o mês de Janeiro.

Abaixo a lista das Instituições inscritas

Casa do Chapim – crianças com necessidades especiais. Trabalho e apoio a famílias.

Crescer Ser – centros de acolhimento de crianças e jovens em risco (o-12 e 13 -18). Intervenção nas famílias fragilizadas e/ou destruturadas.

Creche da Graça – creche para famílias em situação financeira precária. Apoio às respectivas famílias.

Centro do Pisão – centro de acolhimento para pessoas com problemas mentais e outras situações que os excluem da vida em sociedade.

Casa dos Rapazes – centro de acolhimento de rapazes

Apoio à Vida – apoio a mães grávidas em dificuldades, promoção e defesa da vida.

Centro da Sagrada Família – crianças em Atl, pré-escolar, apoio às suas famílais e a 80 famílais da comunidade à volta.

Centro Social e Paroquial São Francisco de Paula - apoio a idosos

Caritas Diocesana de Lisboa - apoio a famílias, creche, lar de idosos

Vale de Acor - apoio e tratamento a pessoas com dependências.

Histórico

O Acolher de Coração começou em 2013, no início do Advento.
Integraram este projecto 80 famílias, sendo "amigas de coração" de 82 "pequeninos de Jesus e Maria", de 8 Instituições inscritas.

Até 2020 já integraram o Acolher de Coração mais de 250 famílias Amigas de Coração, 15 Instituições com mais de 250 Amiguinhos de Coração.

Contacto responsável

Miti Câmara Pestana

Gena e Pedro Ricciardi

acolherdecoracao@familiasdeschoenstatt.org

Este site utiliza cookies. Continuando a navegar está automaticamente a autorizar os mesmos. Continuar